19 de novembro de 2011

Ser ou não ser... um rótulo...

Continuamos fantasticamente agradados com a abordagem swinger pelas diferentes pessoas com quem vamos conversando ...
Achamos que a forma individual de viver a sexualidade não deve ser rotulada e sim que as pessoas, dentro do universo "sexualidade", devem dar azo as suas vontades, desejos e fantasias envolvendo ou não terceiras pessoas.
Temos conversado com pessoas com desejos dos mais diversos  e isso torna estas vivências tão mais interessantes. Descobrimos dezenas de desejos diferentes baseados num termo comum mas que em cada caso é e será sempre um desejo muito particular de uma, duas ou mais pessoas.
Vamos lendo diferentes artigos e opiniões sobre o tema e que reforçam esta nossa ideia da diversidade de desejos individuais dos diferentes sexus e que vão desde o absoluto vício no swing (pessoas que apenas co-existem a dois se estimuladas ou estimuláveis quando com outras pessoas)  passando por aqueles para quem a concretização dos desejos /fantasias apenas contribui para uma maior união e enlace a dois, seja de que tipo for, swing ou não, ou até aos que não sabem bem o que pretendem ou se acham que é apenas uma moda, da qual não se querem sentir excluídos, sem medirem as reais consequências para a sua relação a dois.

Nós somos daqueles que adoramos a fantasia (e a sua concretização, claro) mas sempre com o objectivo do prazer dos dois juntando ou não terceiras pessoas. Somos daqueles que não encaram apenas o relacionamento com outras pessoas como apenas sexo mas como uma relação que deve e pode ir além e enveredar, como já aconteceu, por uma amizade. Como costumamos dizer... amizade com benefícios... .Também entendemos que este não seja o desejo de todos mas é, sem margem para dúvidas, o nosso e é, nesse sentido, que procuramos os nossos desejos e quem queira partilhar e participar deles.

1 comentário:

Insaciaveis disse...

ASSINAMOS POR BAIXO :)